INICIO > ESPÉCIES DO BRASIL > URUBU-DE-CABEÇA-AMARELA  

Urubu-de-cabeça-amarela
Cathartes burrovianus (Cassin, 1845)

Ordem: Cathartiformes
Família: Cathartidae
Nome em inglês:
Lesser Yellow-headed Vulture
Habitat:
Borda de mata e savanas

Distribuição no Brasil:



Status: (LC) Baixo Risco


Indivíduo adulto. Caraguatatuba/SP, Nov 2015.
Foto: Willian Menq

• Descrição: Mede de 53 a 65 cm de comprimento, envergadura de até 1,60 m, e peso de 950 a 1550 g (Marquez et al 2005; Del Hoyo et al. 1994). Possui cabeça e pescoço nus, de cor amarelo-laranja. À distância, a cabeça parece amarelo clara, quase branca. A coloração do corpo e asas são idênticas ao do urubu-de-cabeça-vermelha. O juvenil possui a cabeça escura, como em outros Cathartes  (Sick, 1997; Antas, 2005).

• Alimentação: Alimenta-se principalmente de carniça ou de pequenos vertebrados (Sick, 1997; Antas, 2005). Possui olfato apurado e chega rapidamente às carniças, onde, como o urubu-de-cabeça-vermelha, é afastado com a chegada de outras espécies de urubus.

Severo-Neto et al. (2014) registraram no interior do Mato Grosso do Sul, um C. burrovianus predando uma jararaca (Bothrops moojeni). O urubu atacou a serpente com bicadas na cabeça e em seguida alçou voo com a presa no bico.

• Reprodução: Utiliza grandes cavidades de árvores para nidificar, colocando ovos branco-amarronzados manchados de marrom. Os filhotes nascem com uma plumagem fina e branca, mantida nas primeiras semanas (Sick, 1997; Antas, 2005).

• Distribuição Geográfica: Se distribui desde o México até o norte da Argentina e Uruguai, incluindo quase todo o Brasil (Sick, 1997; Del Hoyo et al, 1994).

• Hábitos/Informações Gerais: Embora encontrado em diversas regiões do Brasil, é mais comum no nordeste, sendo ainda o urubu predominante nas restingas do Rio de Janeiro (Antas, 2005). Habita beiradas de rios e lagoas florestadas, áreas pantanosas campos e áreas rurais. Vive normalmente solitário ou em grupos de alguns indivíduos, bem espaçados. Voa baixo sobre pantanais ou campos alagados, sendo incomum encontrá-lo voando alto, frequentemente visto pousado em postes baixos e cercas (Antas, 2005; Sick, 1997; Marquez et al, 2005).

 


Indivíduo adulto.
Jateí/MS, Agosto de 2015.
Foto: Willian Menq

Filhote com 2 semanas de vida. Alcobaça/BA, Outubro de 2008.
Foto: Giovani Dambroz

Margens do sangradouro "Ipaguaçu", Massapê/CE. Fevereiro de 2010.
Foto:
André Netto


Indivíduos adultos pousados junto a um gavião-caboclo e uma curicaca.
Foto: Willian Menq

Indivíduo adulto. Serra do Cabral - Buenópolis/MG Abril de 2009.
Foto: Fabiano Souza

Indivíduo adulto em voo.
Assaré/CE, Março de 2010.
Foto:
Placido Andrade

 

:: Página editada por: Willian Menq em Fev/2016. ::



• Referências:

Antas, P. T. Z. (2005) Aves do Pantanal. RPPN. Sesc.

Del Hoyo.J., Elliot, A. E & Sargatal, J. (1994). Handbook of the birds of the world (2 v). Bird Life International Lynx Editions. 638p.

Márquez, C., Gast, F., Vanegas, V. & M. Bechard. (2005) Aves Rapaces Diurnas de Colombia. Bogotá: Instituto de Investigación de Recursos Biológicos Alexander von Humboldt. 394 p.

Sick, H. (1997) Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro. Ed. Nova Fronteira.

Severo-Neto, F.; Faria, S. P & Santana, D. J. (2014) Adding some poison to menu: First report of a cathartid
vulture preying on a venomous snake. Herpetology Notes, v. 7:675-677.

• Site associado: Global Raptor Information Network (em inglês)

 

• Citação recomendada:

Menq, W. (2016) Urubu-de-cabeça-amarela (Cathartes burrovianus) - Aves de Rapina Brasil. Disponível em: < http://www.avesderapinabrasil.com/cathartes_burrovianus.htm > Acesso em: