INICIO > INFORMAÇÕES > DIFERENÇAS ENTRE ÁGUIAS, GAVIÕES E FALCÕES  
Classificação e grupos
Ordem Strigiformes

Diferenças entre águias, gaviões e falcões

Texto de: Willian Menq
Atualizado em: 13 de Maio de 2016.

No Brasil, as aves de rapina diurnas são normalmente dividas em "águias", "gaviões" e "falcões". No entanto, não existe um consenso entre os pesquisadores sobre a definição de cada termo. Enquanto que na língua inglesa e espanhola os nomes comuns e os vernáculos técnicos apresentam coerência com a classificação científica, apresentando vários nominativos para cada grupo de aves (ex. Hawks, Kites, Goshawks, Harriers, Eagles), no Brasil possuímos poucos nominativos e a maioria sem nenhuma fundamentação científica. Dessa forma é comum encontrarmos vários padrões diferentes em espécies denominadas de gaviões ou falcões.

De maneira generalizada, podemos definir águias, gaviões e falcões da seguinte maneira:

Águias: São todas as aves de rapina de grande porte das famílias Accipitridae e Pandionidae. São imponentes, apresentam boa envergadura, garras bem desenvolvidas, planadoras e especialistas na captura de vertebrados terrestres ou aquáticos. As águias, assim como os gaviões, tem o hábito de construir seus ninhos, o que não ocorre com os falcões. As águias brasileiras se subdividem em quatro grupos: águias-buteoninas, águias-pescadoras, águias-açores e águias-harpias (detalhes neste link).

Gaviões: Também pertencentes a familia Accipitridae, são semelhantes as águias mas não tem a mesma imponência, possuindo uma incrível variedade de formas e tamanhos. Gaviões que vivem em áreas abertas possuem asas longas e amplas, ideal para planar; enquanto que gaviões que vivem no interior de floresta apresentam asas curtas e largas, pescoço pequeno e cauda comprida, aerodinâmica ideal para voos ageis e rápidos em meio à obstáculos. Assim como nas águias, as garras são utilizadas para capturar e matar suas presas por perfuração. Os gaviões brasileiros podem ser subdivididos em quatro grupos: gaviões-planadores, gaviões-milanos, açores e tartaranhões (detalhes neste link)..

Falcões: Já os falcões são todas as espécies da família Falconidae. Possuemporte pequeno a médio, bico curto, olhos escuros, asas estreitas e pontiagudas, silhueta ideal para voos de velocidade e movimentos ágeis. Ao contrário dos gaviões e águias, os falcões utilizam o bico para matar suas presas, apresentam um rebordo em forma de dente na mandíbula que permite seccionar a espinha dorsal de suas vítimas. Os falcões do Brasil se subdividem em três grupos: falcões, falcões-florestais e caracarás (detalhes aqui).