INICIO > ESPÉCIES DO BRASIL > GAVIÃO-CARANGUEJEIRO-NEGRO  

Gavião-caranguejeiro-negro
Buteogallus anthracinus (Deppe, 1830)

Ordem: Accipitriformes
Família: Accipitridae
Grupo:
Gaviões-planadores

Nome em inglês: Common Black Hawk
Habitat:
Manguezais e matas ribeirinhas
Alimentação:
Rãs, caranguejos,
serpentes e invertebrados.

Distribuição no Brasil:


Status: (LC) Baixo risco
Espécie mal documentada no Brasil


Indivíduo adulto. Tarcoles, Costa Rica. Outubro de 2016.
Foto: Willian Menq

Vocalização de chamado (A) - (gravado por: Chris Parrish)

Rapinante esbelto, associado a ambientes úmidos. Pode ser encontrado em florestas ribeirinhas, manguezais e áreas alagadiças. Alimenta-se principalmente de caranguejos, rãs e roedores. No Brasil possivelmente ocorre no extremo norte de Roraima.

• Descrição: Mede 43-52 cm de comprimento e peso médio de 945 g (Del Hoyo et al. 1994). Possui plumagem marrom escuro quase negra, com dorso e base da nuca manchadas de branco. Tem íris castanha, com cera e tarsos amarelo-laranja. Sua aparência é similar ao Urubitinga urubitinga, porém, menor (Del Hoyo et al. 1994).

• Alimentação: Sua dieta é composta principalmente por caranguejos, rãs, serpentes, peixes, insetos e roedores (Del Hoyo et al. 1994).

• Reprodução: Constrói ninho composto por ramos verdes e galhos secos. Coloca de 1 a 3 ovos, cuja incubação varia de 43 a 50 dias. Os filhotes ficam totalmente emplumados após 50 dias (Del Hoyo et al. 1994).

• Distribuição Geográfica e subespécies: Ocorre do sudeste dos EUA, América Central até Colômbia e Guianas (del Hoyo et al. 1994). São conhecidas três subespécies. B. a. anthracinus: sudeste dos EUA (sul de Utah e Arizona até Texas), América Central até Panamá e norte da Colômbia, noroeste das Guianas, Trindade e São Vicente. B. a. gundlachii: Cuba e Ilha de Pinos. B. a. utilensis: Cancún, Cozumel e México, Ilha de Utila, Ilha de Guanaja, Golfo de Honduras e ilhas adjacentes (Del Hoyo et al. 1994).

No Brasil, possivelmente ocorre na fronteira com as Guianas e a Venezuela. Sua inclusão na lista das aves do Brasil foi estabelecida a partir de registros mal documentados, além da probabilidade de sua existência no extremo norte do país (Roraima) (CBRO 2009).

• Hábitos/Informações Gerais: Habita florestas ribeirinhas, manguezais e áreas alagadiças (Del Hoyo et al. 1994). É uma ave pouco ativa na qual permanece por várias horas oculta em poleiros baixos no interior da floresta. Possui temperamento tranquilo, permitindo a aproximação do homem. É considerada parcialmente migratória, já que as populações do limite norte de sua distribuição deixam suas áreas de nidificação durante o inverno (Del Hoyo et al. 1994).

 


Indivíduo adulto. Tarcoles, Costa Rica. Janeiro de 2015.
Foto:
Helena Backes

Indivíduo adulto. Tarcoles,
Costa Rica. Outubro de 2016.
Foto: Willian Menq

Indivíduo jovem. Cahuita,
Costa Rica. Abril de 2013.
Foto:
Danilo Mota

 

:: Página editada por: Willian Menq em Mai/2016. ::



• Referências:

CBRO - Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos (2009) Listas das aves do Brasil. Versão 9/8/2009. Disponível em <http://www.cbro.org.br>. Acesso em Agosto de 2010.

Del Hoyo .J., Elliot, A. E Sargatal, J. Handbook of the birds of the world (2 v). Bird Life International Lynx Editions, 1994. 638p.

• Site associado: Global Raptor Information Network (em inglês)

 

• Citação recomendada:

Menq, W. (2016) Gavião-caranguejeiro-negro (Buteogallus anthracinus) - Aves de Rapina Brasil. Disponível em: < http://www.avesderapinabrasil.com/buteogallus_anthracinus.htm > Acesso em: