INICIO > ESPÉCIES DO BRASIL > GAVIÃO-DE-CARA-PRETA  

Gavião-de-cara-preta
Leucopternis melanops (Latham, 1790)

Ordem: Accipitriformes
Família: Accipitridae
Grupo:
Gaviões-planadores

Nome em inglês: Black-faced Hawk
Habitat:
Florestas
Alimentação:
Pequenos vertebrados


Distribuição no Brasil:



Status: (LC) Baixo risco
Endêmico da Amazônia


Indivíduo adulto. Goianésia do Pará/PA, Nov. 2013.
Foto:
Nárgila Moura

Vocalização de chamado (B) - (gravado por: Rolf A. de By)
By: Xeno-canto.org

• Descrição: Mede de 38 a 42 cm de comprimento, peso de 297-317 g (macho) e 329-380 g (fêmea) (Sick, 1997; Márquez et al. 2005). Apresenta a cabeça, pescoço e partes inferiores branca, com uma pequena máscara preta. O dorso é preto, com pequenas manchas brancas nas coberteiras das asas; cauda preta com uma faixa central branca, bico e tarsos alaranjados.

• Espécies similares: É parecido com o gavião-branco (Pseudastur albicollis), distinguindo-se pela máscara preta e pelo pequeno tamanho. Também pode ser confundido com o gavião-vaqueiro (Leucopternis kuhli), mas apresenta poucas estrias na cabeça e pescoço, e possuí manchas brancas no dorso.

• Alimentação: Caça no interior da floresta, fica empoleirado por tempo curto vasculhando o chão e o subosque atrás de suas presas, na maioria das vezes répteis (Márquez et al., 2005; Del Hoyo et al. 1994). Nas Guianas, há relatos de um individuo consumindo um pequeno lagarto e em outra ocasião uma serpente (Del Hoyo et al. 1994).

• Reprodução: Biologia reprodutiva desconhecida.

• Distribuição geográfica: Ocorre na região amazônica, nas Guianas e Venezuela. Há também registros no Equador, no Peru e Colômbia (Sick, 1997; Del Hoyo et al. 1994). Na porção norte da região amazônica (acima do rio Amazonas) a espécie ocorre de forma regular, já na porção sul sua distribuição ainda é pouco conhecida, aparentemente associada a florestas de terra firme de solos arenosos (Amaral et al. 2007).

• Hábitos/Informações gerais: Habita geralmente várzeas, florestas, especialmente próximo às margens de rios (Sick, 1997). É uma espécie com escassos registros e pouco estudada, pode ser simpátrico com o L. kuhli ao sul do rio Amazonas. É considerada uma espécie de baixo risco de ameaçada devido as grandes extensões de hábitat existente (Del Hoyo et al. 1994).



Indivíduo adulto. Manaus/AM,
Março de 2010.
Foto:
Vanilce Souza

Indivíduo jovem. Presidente Figueiredo/AM,
Maio de 2014. Foto:
Thiago Bicudo

Indivíduo adulto. Itaituba/PA,
Agostos de 2012.
Foto:
Thiago Moura


:: Página editada por: Willian Menq em Mai/2016. ::



• Referências:

Amaral, F. S. R.; Silveira, L. F. & Whitney, B. M. (2007) New localities for the Black-faced Hawk (Leucopternis melanops) south of the Amazon River and description of the immature plumage of the White-browed Hawk (Leucopternis kuhli). The Wilson Journal of Ornithology 119(3):450–454

Del Hoyo J.; Elliot, A.; Sargatal, J. (1994) Hand-book of the birds of the world. v. 2. Barcelona: 
Lynx Edicions.

Márquez, C., Gast, F., Vanegas, V. & M. Bechard. (2005) Aves Rapaces Diurnas de Colombia. Bogotá: Instituto de Investigación de Recursos Biológicos Alexander von Humboldt. 394 p.

Sick, H. (1997) Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro. Ed. Nova Fronteira.

• Site associado: Global Raptor Information Network (em inglês)

 

• Citação recomendada:

Menq, W. (2016) Gavião-de-cara-preta (Leucopternis melanops) - Aves de Rapina Brasil. Disponível em: < http://www.avesderapinabrasil.com/leucopternis_melanops.htm > Acesso em: