INICIO > ESPÉCIES DO BRASIL > CORUJA-DE-CRISTA  

Coruja-de-crista
Lophostrix cristata (Daudin, 1800)

Ordem: Strigiformes
Família:
Strigidae
Nome em inglês: Crested Owl
Habitat:
Florestas
Alimentação:
Insetos e pequenos vertebrados.



Distribuição no Brasil:



Status:(LC) Baixo risco


Indivíduo adulto. Cláudia/MT, Agosto de 2014.
Foto:
Carmen Bays Figueiredo

Vocalização típica (A) - (gravado por: Sjoerd Mayer)

• Descrição: Mede em torno de 36-43 cm de comprimento, peso de 400-620 g (Konig & Weick, 2008; Holt et al. 2015). Adulto apresenta dorso marrom escuro com pequenas manchas brancas, especialmente nas coberteiras alares (dorso da asa); partes inferiores que varia do cinza ao marrom claro, com finíssimo barrado; cabeça marrom com um "V" facial branco, começando entre os olhos indo até à longas "orelhas". Jovem recém saído do ninho apresenta penugem branca e disco facial preto (semelhante a Pulsatrix) mas com orelhas de penas.

• Alimentação: Alimenta-se de grandes insetos e pequenos vertebrados que captura no estrato superior da floresta. Rocha & López-Baucells (2014) relataram a captura oportunista de morcegos (Carollia perspicillata) que estavam presos em redes ornitológicas.

• Reprodução: Biologia reprodutiva desconhecida. Aparentemente inicia as atividades reprodutivas no final da estação seca e início da chuvosa (fevereiro a maio). Nidifica em cavidades ou buracos no alto de árvores, o jovem fica dependente dos pais até o início de setembro (Holt et al. 2015).

• Distribuição Geográfica: Ocorre desde o sul do México ao Panamá, Colômbia, Venezuela, Peru, Equador, Guianas e norte do Brasil.

• Subespécies: Há três subespécies que são reconhecidas: L .c. stricklandi: do sul do México ao Panamá; L. c. wedeli: oeste do Panamá até Colômbia, Venezuela e oeste do Equador; L. c. cristata: Guianas e norte do Brasil, Bolívia, sudoeste da Colômbia, leste do Equador e Peru (Holt et al. 2015).

• Hábitos/Informações Gerais: Estritamente noturna, vive no estrato superior de florestas densas (Sick, 1997; Konig & Weick, 2008), encontradas em altitudes desde o nível do mar até 1.950 m. Pode ocorrer em floretas secundárias, e sua abundância parece estar associada a maior densidade de troncos em pé na floresta (Barros & Cintra 2009).

Passa o dia empoleirada na vegetação densa, principalmente em matas ao longo dos rios. Ao anoitecer cantam empoleirada, podendo ser vistos em casais, nos galhos altos da floresta, podendo cantar por toda a noite, especialmente no período reprodutivo. Quando perturbada, a coruja se estica e eriça o topete em forma de orelhas (Owl pages 2010). Responde bem ao playback, inclusive de outras espécies, como já verificado por Rocha & Rangel-Salazar (2001) na Costa Rica.



Indivíduo adulto. Claudia/MT,
Outubro de 2014.
Foto:
Ilaide Raach

Indivíduo jovem, récem saído
do ninho. Costa Rica.
Foto:
Roberto Guido Méndez

Indivíduo adulto. Arenal Vulcan, Costa Rica. Outubro de 2016.
Foto: Willian Menq


 

:: Página editada por: Willian Menq em Mai/2016. ::



• Referências:

Barros, O. G. & Cintra, R. 2009. The effect of forest structure on occurrence and abundance of three owl species (Aves: Strigidae) in the Central Amazon forest. Zoologia, 26: 85-96.

Holt, W., Berkley, R., Deppe, C., Enríquez Rocha, P., Petersen, J.L., Rangel Salazar, J.L., Segars, K.P., Wood, K.L. & Kirwan, G.M. (2015). Crested Owl (Lophostrix cristata). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.) (2015). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. 

Konig, C. & Weick, F. (2008) Owls of the world. Segunda Edição. New Haven, Connecticut: Yale
University Press.

Rocha, L. E. & Rangel-Salazar, J. L. (2001) Owl occurrence and calling behavior n a tropical rain forest. J. Raptor. Res. 35(2) 107-114.

Rocha, R. & López-Baucells, A. (2014) Opportunistic predation by Crested Owl Lophostrix cristata upon Seba's Short-tailed Bat Carollia perspicillata. Revista Brasileira de Ornitologia, 22(1), 35-37.

Sick, H. (1997) Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro. Ed. Nova Fronteira.

Owl pages. Specie account: Lophostris cristata. Disponível em: <www.owlpages.com> Acesso em: Agosto de 2010.

 

• Citação recomendada:

Menq, W. (2016) Coruja-de-crista (Lophostrix cristata) - Aves de Rapina Brasil. Disponível em: < http://www.avesderapinabrasil.com/lophostrix_cristata.htm > Acesso em: