INICIO > INFORMAÇÕES GERAIS > ORDEM FALCONIFORMES  
Grupos básicos
Ordem Strigiformes

Ordem Falconiformes

A Ordem Falconiformes é composta por uma única família, a Falconidae, representada pelos falcões e caracarás. Possuem formas e hábitos variados, distinguindo-se dos Accipitriformes em vários aspectos. Matam suas presas com o bico e não com as garras, possuindo um rebordo em forma de “dente” na parte superior do bico, usado para seccionar a medula espinhal de suas vítimas. Não constroem ninhos (exceto os caracarás), geralmente aproveitam ocos de árvores ou ninhos abandonados.

Baseando-se em características morfológicas, ecológicas e etológicas, dividimos os Falconiformes brasileiros em três grupos: os falcões propriamente ditos (gênero Falco), os falcões-florestais (Micrastur e Herpetotheres), e os caracarás (Caracara, MIlvago, Daptrius e Ibycter), detalhes aqui.


• Família Falconidae:
Família bastante numerosa e heterogênea, possuindo mais de 65 espécies no mundo, das quais 21 ocorrem no Brasil. Podem ser encontrados em florestas, savanas, áreas montanhosas e centros urbanos. Os falconídeos do gênero Falco e Micrastur possuem dieta especializada na captura de aves e outros vertebrados ágeis. Os demais gêneros são compostos por espécies menos especializadas na perseguição de presas ágeis, o acauã (Herpetotheres cachinnans) por exemplo, se especializou na captura de serpentes, enquanto que o gralhão (Ibycter americanus), consome avidamente pupas e larvas de vespas. As espécies dos gêneros Caracara Milvago são as mais generalistas, aproveitam todas as fontes alimentares disponíveis, desde invertebrados, roedores e lagartos, até carcaças de animais atropelados.



Alguns representantes da ordem Falconiformes no Brasil:



Falcão-peregrino
(Falco peregrinus)


Caracará
(Caracara plancus)

Cauré
(Falco rufigularis)

Chimango
(Milvago chimango)

Falcão-de-coleira
(Falco femoralis)

Falcão-relógio
(Micrastur semitorquatus)
     


:: Página editada por: Willian Menq em Mai/2016. ::